Portal do Governo Brasileiro
Servidora do Instituto Federal do Ceará (IFCE), Aurineide Meneses é enfermeira, psicodramatista e tem experiência com trabalhos em grupo com mulheres do Pirambu e faz parte da equipe multidisciplinar do Mulheres de Fortaleza. Em entrevista para o Portal, ela aborda a importância da educação profissional para  mulheres desfavorecidas e o impacto do Mulheres Mil na comunidade.

MM -  Que trabalho você desenvolve no  Mulheres de Fortaleza?
Aurineide de Meneses - A essência do trabalho desenvolvido é elevar a autoestima das mulheres e desenvolver habilidades no convivo grupal, pois o trabalho em grupo, a disposição de compartilhar suas questões mais íntimas é essencial para que se perceba que o grau de escolaridade ou condição socioeconômica são fatores importantes, mas não são determinantes na intensidade da autoestima.

A tomada de consciência indica que é possível causar mudanças em si mesmas, assumir responsabilidades que permeiam suas vidas. Experiências são únicas, porém, as pessoas quando reunidas podem beneficiar-se em conjunto.

MM - Qual a importância de garantir acesso à educação profissional para as mulheres?
Aurineide de Meneses -
Diante do cenário atual da economia do país, a mulher participa cada vez mais da renda familiar. Nesse sentido, entendemos que a educação profissional funciona como um instrumento de mudança, contribuindo para o desenvolvimento social e minimizando as desigualdades. Além de prover conhecimento necessário à inclusão no mundo do trabalho.

MM  Que impactos essas ações podem trazer para a comunidade?

Aurineide de Meneses - Os resultados indicam que trazem para a comunidade não apenas a inclusão social produtiva das mulheres, mas trazem também a ressignificação de suas vidas, gerando expectativa de um futuro melhor e atuando como divulgadoras dos benefícios adquiridos pelo curso, fazendo com que outras mulheres sintam-se encorajadas a percorrem caminhos semelhantes.

MM - Quais as características mais marcantes  do  Pirambu?
Aurineide de Meneses -
A marca registrada do Pirambu é a resistência que está dentro de cada um dos seus moradores, demonstrada na forma de sorrir e sonhar com vidas mais dignas, é a força de uma comunidade que nunca desiste de seus sonhos.
O Pirambu é um bairro estigmatizado pela pobreza e violência, apresenta maior densidade populacional do Brasil e baixos indicadores sociais. Porém acumula muitas conquistas e histórias de lutas pelos direitos de cidadania. Divulgado na mídia brasileira mediante pesquisas, estudos científicos e Histórias em Quadrinhos e outras publicações. Berço de personagem importante como o saudoso pintor Chico da Silva.

MM - Que dificuldade você enfrentou?
Aurineide de Meneses -
A maior dificuldade enfrentada foi a falta de concentração no início das atividades, pois muitas mulheres estavam afastadas da sala de aula ou nunca frequentaram escola.

MM - Que avanços você percebeu nas alunas que participaram da primeira turma?
Aurineide de Meneses -
As mulheres desenvolveram uma autoconfiança, vislumbrando oportunidades de apropriar-se do saber e assumir uma postura de sujeito da sua própria vida. Bem como um maior fortalecimento dos vínculos comunitários.

Stela Rosa- Jornalista do Mulheres Mil.
© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal