Portal do Governo Brasileiro

Fortaleza, 22/5/2012 – O programa Mulheres Mil do campus Fortaleza do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará iniciou as atividades da sua quinta turma nesta segunda-feira, 21, com a aula inaugural do curso básico de qualificação em camareira e manipulação de alimentos. O evento marcou o início da caminhada de mais cinquenta mulheres da capital cearense que, a partir de agora, se dedicarão diariamente a realizar o sonho de voltar a estudar e conquistar uma vaga no mercado de trabalho.

A programação teve início com a apresentação do Coral de Vozes do instituto, seguida de uma saudação dos dirigentes e da equipe gestora do Mulheres Mil às alunas. O momento também contou com uma dinâmica de grupo, ocasião em que as alunas puderam interagir entre si e expor suas expectativas acerca do curso. Na oportunidade, também foram expostos a matriz curricular do curso, os critérios de avaliação e os benefícios que serão concedidos às estudantes.

Bastante contente com a oportunidade de voltar à sala de aula, a aluna Vilanir de Souza manifestou otimismo, dizendo acreditar que a cooperação do grupo será fundamental para o sucesso de todas. “O êxito desse curso depende do esforço de cada uma e, sobretudo, do companheirismo que todas devemos ter para vencer essa etapa”, disse.

A necessidade de deixar o lar no período da tarde para se capacitar é considerada um grande desafio para a aluna Ligiane da Silva. “Apesar das dificuldades, temos que aproveitar essa grande oportunidade que o Instituto Federal do Ceará está nos proporcionando para que possamos ter uma boa qualificação profissional”, afirmou.

Feliz com a conclusão do curso e já traçando novos planos no âmbito estudantil, a ex-aluna Maria Gorete Pereira, do programa Mulheres Mil do campus de Fortaleza, esteve presente para prestar seu depoimento. “Eu, como muitas de vocês, também achava que minha vida profissional já estava acabada, que iria mesmo só ficar cuidando dos filhos e do marido, porém o instituto abriu essa grande oportunidade na minha vida e, atualmente, eu já estou me organizando para fazer um curso de nível superior e seguir a minha carreira”, contou. 

Emocionada, a ex-aluna da segunda turma do programa, Dona Nena da Silva, relatou que o Mulheres Mil mudou a vida dela e revigorou os seus sonhos. “Para mim, participar do curso foi muito bom, pois acima de tudo eu retomei a motivação pela vida. Já estagiei como camareira e estou muito próxima de conseguir uma vaga na cozinha de um grande hotel aqui da cidade”, relatou.

À frente da coordenação do programa no Instituto Federal do Ceará, a professora Sarah Virgínia, que pôde conhecer a história de muitas mulheres e perceber como a oportunidade de voltar a estudar abre novas perspectivas, considera que o início da quinta turma do projeto é a comprovação de que o trabalho realizado pelo instituto tem dado certo . “O resultado do Mulheres Mil tem sido muito proveitoso e gratificante, pois temos conseguido fazer com que essas mulheres rompam as barreiras do lar e consigam lograr êxito no âmbito profissional.”

As aulas do curso básico de qualificação em camareira e manipulação de alimentos serão realizadas de segunda a sexta-feira, nas dependências do campus de Fortaleza, das 13h30 às 18h. As alunas participantes receberão bolsa-auxílio e auxílio-transporte, além de todo o material didático necessário paras as aulas teóricas e práticas. Além de Fortaleza, os campi do instituto em Crateús e Limoeiro também já desenvolvem o programa e, em breve, a iniciativa também será realizada nos campi de Quixadá, Iguatu, Canindé e Jaguaribe. (Assessoria de Imprensa do Instituto Federal do Ceará)

PALAVRAS-CHAVE: educação profissional, institutos federais, Mulheres Mil

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal