Portal do Governo Brasileiro

Mulheres Mil está sendo implantado na Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica em parceria cooperativa com o Sistema de Faculdades e Institutos Canadenses, representados pela Associação das Faculdades Comunitárias Canadenses (ACCC), e os Institutos Federais, representado pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec-Mec).


Ao longo da implementação do programa-piloto, que iniciou em 2007 e será concluído em 2010, as equipes canadenses e brasileiras desenvolverão e implementarão o Sistema de Acesso e Permanência para  os IF. O ponto de partida é os modelos de acesso dos colleges  canadenses, que garantem capacitação profissional para populações desfavorecidas, entre eles aborígenes e imigrantes.

As metodologias usadas no Canadá serão repassadas para os Cefets e adaptadas às realidades das alunas brasileiras. As atividades incluem o desenvolvimento de infra-estruturas, políticas e procedimentos para ofertar um sistema de acesso que viabilize:

Processos de busca, ingresso e aconselhamento;

Personalização e/ou elaboração de metodologias para avaliação e o reconhecimento de aprendizagem prévia e de identificação vocacionais e profissionais;

Sistematização e oferta de programas de formação/capacitação e a criação de instrumentos para os Cefets se relacionarem com a comunidade de empregadores.

Ao final de 2010, a meta é que mais de mil mulheres desfavorecidas sejam inseridas no mundo do trabalho e que as 12 instituições federais tenham sistemas sustentáveis para ofertar serviços de acesso, capacitação genérica e personalizada para essa parcela da população. Os modelos desenvolvidos servirão de base para que a política seja implementada em todas as Instituições Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFETs) do País.

Já as faculdades canadenses poderão usar as lições aprendidas para aprimorar os seus próprios sistemas e práticas em atender esse grupo alvo. Desta forma, a relação entre as faculdades canadenses e as instituições brasileiras será fortalecida e aumentará as relações entre os dois países.

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal