Portal do Governo Brasileiro
Walmira Aguiar (Divulgação)
Walmira de Aguiar de Souza tem 38 anos, casada e dois filhos. Tem ensino médio completo e foi aluna aplicada do Transformação, Cidadania e Renda. Conclui a formação de camareira e já recebeu uma proposta de trabalho.  Segundo ela, participar do Mulheres Mil está abrindo as portas do mercado de trabalho.

Portal Mulheres Mil - Você acha que o curso proporcionou crescimento em sua vida pessoal?
Walmira Aguiar - Beneficiou muito, as coisas ficaram mais claras. Agora posso dizer que sei fazer um trabalho. Sei detectar as coisas erradas na área de camareira e procurar fazer o perfeito, seguindo o padrão que exigi o hotel.

Portal Mulheres Mil - Que oportunidades surgiram depois da qualificação?
Walmira Aguiar - As oportunidades estão aparecendo de forma que eu não esperava. Primeiro fui chamada pelo Ariaú Tower, mas não pude aceitar por causa de minha família. Tenho um filho pequeno, e o hotel fica no meio do Rio Negro, duas horas de barco de Manaus até lá. Só poderia ir para casa de 15 em 15 dias. Não pude aceitar. Agora me convidaram para trabalhar no Adrianópolis, estou esperando o resultado da entrevista, estou confiante.

Portal Mulheres Mil - Você recomenda o projeto para outras mulheres de sua comunidade?
Walmira Aguiar - Sim, sem sombra de dúvida. Tenho outra visão da profissão de camareira. É uma porta que se abre, vai ser minha integração na sociedade, no mercado de trabalho. O trabalho de camareira é tão importante quanto qualquer outro trabalho. Além disso, todas as outras disciplinas do curso ajudaram na minha formação como pessoa e cidadã.

Nancy dos Anjos – Assessoria de imprensa do IFAM
© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal