Portal do Governo Brasileiro

Besi Martins Ferreira

Besi Martins Ferreira, aluna do Alimento da Inclusão – Campus Monte Castelo - tem o nome da deusa da enfermagem. A justificativa se deve aos pais que atuam na área. Casada e mãe de um casal de filhos, trabalha como digitadora em um laboratório de análises clínicas, mas também atua na organização de festas, ajudando a encher balões. Lidar com a saúde e com o atendimento ao público sempre fez parte de sua vida.

MM – O que levou você a procurar o projeto Mulheres Mil?

Besi – O desejo de aprender outras coisas, inclusive melhorar minha vida, minha alimentação e de minha família.

MM – Como é seu trabalho nos eventos?

Besi – É uma atuação em equipe, cada um cuida de uma parte. Como tive aulas de empreendedorismo aqui no curso, então ajudo também no orçamento e segurança do trabalho.

MM – Como você aplica o que aprendeu sobre segurança do trabalho?

Besi – Aprendi que o balão solta um pó prejudicial à saúde e que o compressor pode prejudicar a audição por causa do barulho, então utilizo equipamentos de segurança como máscara e protetor de ouvidos. Quanto às aulas de empreendedorismo, hoje sei muito bem como me dirigir ao cliente.

MM – E quanto à manipulação dos alimentos?

Besi – Renovei meus conhecimentos aprendendo mais sobre a melhor utilização dos utensílios de cozinha, receitas e higienização dos alimentos.

MM – O que você espera do projeto?

Besi – Gosto de descobrir coisas novas, de lidar com o público, sei também que lidar com a saúde das pessoas é coisa séria, por isso é preciso ter cuidado com tudo, até mesmo saber falar, se expressar. Estou aqui porque posso aprender sobre tudo isso.

Valdália Andrade – Assessoria de Comunicação – IFMA

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal