Portal do Governo Brasileiro

Entrevistas - Casa da Tilápia

 Michael Maynard (Divulgação)

Reitor do New Brunswick College, Michael Maynard, avalia que os Institutos Federais estão avançando na implantação do Mulheres Mil e desenvolvendo estratégias inovadoras para garantir o acesso à educação profissional para as alunas. Ele participa do grupo canadense que dá assessoria para os Institutos Federais do Piauí, Sergipe e Tocantins.

Portal Mulheres Mil - Quais os projetos do Mulheres Mil que o New Brunswick College of Craft and Design está assessorando?

Michael Maynard
– A instituição foi designada como parceira em três projetos: Estilismo e Moda, em Teresina (Piauí), e Artesanato, em Aracaju (Sergipe) e Palmas (Tocantins). Nossos professores especialistas são consultores nesses estados desde as primeiras visitas aos campi, em setembro de 2008.

Portal Mulheres Mil – Qual o trabalho de assessoria que os docentes canadenses estão desenvolvendo?

Michael Maynard
– Após uma série de reuniões com membros dos Institutos Federais, nossos professores determinaram que a consultoria fosse orientada para as seguintes prioridades: estratégias de Avaliação e Revisão de Aprendizagem Prévia (ARAP), seminários para estudantes em Estilismo e Moda, desenvolvimento de habilidades em Artesanato e capacitação de instrutores brasileiros envolvidos com o Mulheres Mil.


Portal Mulheres Mil - Qual o crescimento detectado no andamento do Mulheres Mil nesses estados?

Michael Maynard
- Já estamos testemunhando um verdadeiro progresso no compromisso institucional do Brasil para com o Mulheres Mil, o sucesso das estudantes e estratégias inovadoras, visando desenvolver nossa parceria além do escopo de três anos do acordo bilateral.

Portal Mulheres Mil – Qual o potencial do mercado nas áreas de estilismo e moda e artesanato nesses estados?

Michael Maynard
– Sabemos que a educação em artes visuais é uma significativa condutora do desenvolvimento cultural, social e econômico da sociedade canadense. O marco econômico do setor de cultura no Canadá foi estimado em $84.6 bilhões em 2007, ou seja, 7.4% do total do Produto Interno Bruto (PIB).

Acreditamos que há uma oportunidade semelhante no Brasil. A capacitação em artes visuais ajudará aprimorar as opções pessoais e profissionais das alunas. Outra questão é que, através do engajamento das beneficiadas na mão-de-obra, após a formação, também ajudará a conduzir o desenvolvimento econômico do país.

Por exemplo, a indústria de Estilismo e Moda está bem estabelecida em Teresina - Piauí, e as alunas do  Mulheres Mil estão sendo capacitadas para trabalhar como empregadas bem sucedidas nessa indústria local ou se tornarem autônomas, fabricando e vendendo a sua própria linha de produtos.

Peças produzidas pelas alunas do Piauí (IFPI)

Portal Mulheres Mil - Ao conhecer a realidade das alunas, o que mais chamou a sua atenção?

Michael Maynard
- Ficamos impressionados com o compromisso delas em relação ao projeto, com a confiança em planos futuros e com a amizade genuína para com os visitantes canadenses. Tem sido uma experiência maravilhosa estarmos envolvidos nesse projeto, saber que fazemos parte de uma transformação tão importante nas vidas de mulheres desfavorecidas.

Portal Mulheres Mil - Que aprendizagens essa troca de experiência proporciona, levando em conta que a realidade dos dois países tem suas semelhanças e diferenças?

Michael Maynard
– No nível pessoal, aprendi que o Brasil é um país surpreendente – as paisagens, as cidades, as pessoas, a comida, a música! O amor pela vida! No profissional, aprendi que os Institutos Federais brasileiros estão enfrentando desafios semelhantes ao nosso próprio sistema no Canadá, e que o New Brunswick College of Craft and Design pode trazer sua experiência e expertise para o contexto do Mulheres Mil, ajudando a construir um melhor sistema pós-secundário no Brasil.

Na realidade, as diferenças não são tão óbvias quanto às semelhanças. Os canadenses e brasileiros têm valores semelhantes, provendo a paz, justiça social e opções educacionais pós-secundárias acessíveis para os seus cidadãos. Estamos orgulhosos dos perfis e contribuições de nossos países no cenário mundial e confiantes que nossas economias são fortes e sustentáveis.

Stela Rosa – Jornalista do Mulheres Mil

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal