Portal do Governo Brasileiro

A área na qual está sendo desenvolvido o projeto engloba as comunidades de Baralho, São Bento, Porto de Oficina, Casa Branca, Porto do Moinho e São Lourenço, que ficam em Bayeux. Em Cabedelo, serão beneficiadas as moradoras de Camalaú, Jacaré e Renascer. Nessas locais, a principal atividade econômica é a pesca. As condições de moradia e infra-estrutura básica são precárias. As ruas são pavimentadas, mas não há saneamento básico, e o abastecimento de água para o consumo é comprometido. Os reservatórios domésticos, como os tanques e caixas, foram construídos nas proximidades das fossas e das hortas, onde são aplicados agrotóxicos sem orientação técnica, colocando em risco à saúde da população.

A questão de saúde pública é outro agravante. Há problemas de alcoolismo, uso de drogas e o número de portadores de vírus da aids é o terceiro maior do estado. No que diz respeito às mulheres, a maior parte tem o extrativismo do marisco como fonte de renda. A falta de conhecimento acerca das questões ambientais e segurança alimentar são empecilhos para melhorar a produção e a comercialização. Além disso, elas trabalham em condições insalubres e cumprem uma longa jornada de trabalho, começando às 5h da manhã e se estendendo até as 14 h, sem somar o tempo do serviço doméstico.

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal