Portal do Governo Brasileiro

Histórias de vida são relatadas em oficina (Divulgação IFCE)

Usando como pano de fundo a música Autoestima, da banda Calypso, cada uma das participantes contou, por meio de poesia e relatos escritos, um pouco sobre sua história de vida.  A oficina, ministrada por Aurineide de Menezes, enfermeira do Instituto Federal do Ceará (IFCE), teve o objetivo de fazer com que as 35 mulheres da segunda turma do Mulheres de Fortaleza percebessem a importância do desenvolvimento e do fortalecimento da inteligência emocional.

Para desenvolver o trabalho, Aurineide também utilizou o texto A Águia e a Galinha: uma metáfora da condição humana, de Leonardo Boff. Tendo como referência uma das personagens da narrativa, que era privada de seguir seu caminho, seus instintos e sua verdadeira vocação, as participantes mostraram, por meio das atividades propostas, que são, sim, capazes de lutar por seus sonhos.

Outro ponto discutido foi a feminização do HIV. Na tentativa de alertar para o risco de contágio, foram trabalhadas as várias maneiras de se negociar com o parceiro o uso do preservativo.

Qualificação profissional

Em Fortaleza, o IFCE, através do Mulheres Mil, está ofertando capacitação profissional na área de alimentos e formação de camareira. Além da parte profissional, as alunas, moradoras do bairro Pirambu, têm aulas de português, matemática, informática básica, cooperativismo e oficinas com temas variados.

Mirtila Facó – Assessoria de imprensa do IFCE

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal