Portal do Governo Brasileiro

Confraternização marca encerramento do curso.

Após três meses de aulas teóricas e práticas para aprender a confeccionar os mais variados pratos, as alunas do Alimento da Inclusão chegaram na reta final do curso, resultado de mais uma parceria do Mulheres Mil com Sistema Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Para acompanhá-las, ao longo deste trajeto, foi designada a culinarista Marly Carvalho, presente no projeto desde a primeira turma. 

“Esta confraternização é para que todos compartilhem deste projeto e vejam o que as meninas estão aprendendo e que elas têm condições de serem inseridas no mercado de trabalho”, disse a gestora do Mulheres Mil no Maranhão, Tereza Fabbro.

Na ocasião, a reitora em exercício, Marise Piedade, ressaltou que o Instituto Federal do Maranhão acompanha o avanço mulheres na perspectiva de formá-las, resgatando a cidadania. “É uma satisfação para todos nós ver a comprovação deste trabalho de docência”, enfatizou.

Alunas poderão fazer cadastro no Recursos Humanos do Senac

Ao representar o diretor regional do Senac, José Ahirton Lopes, a coordenadora pedagógica, Maria Leuda Oliveira, lembrou que as alunas são avaliadas para receber o certificado da instituição e que, ao término do curso, estarão aptas a procurar o setor de Recursos Humanos para se cadastrarem e serem encaminhadas para situações de trabalho que envolvam eventos, cozinhas e restaurantes. “O Senac sempre estará de portas abertas para esta parceria, que é de suma importância para as duas instituições”, pontuou.

“Agradeço a oportunidade dada pelo Senac, o que proporcionou a chance de estreitar os laços amizade entre nós. Ensino para que as alunas aprendam e coloquem em prática o conhecimento”, declarou Marly.

O diretor do Campus Monte Castelo, Antônio Paixão, comentou o projeto como uma marca de qualidade, que vem se aprimorando cada vez mais. “O Instituto tem a honra de abrigar esta ação”, finalizou.

Valdália Andrade – Assessoria de Imprensa – IFMA

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal