Portal do Governo Brasileiro

Marta e Cardineuza pretendem organizar associação

As marisqueiras Marta de Lima e Cardineuza Soares participaram de mais um encontro realizado pelo Ministério da Pesca e Aqüicultura (MPA) e a Cooperativa de Trabalhadores Autônomos (CTA). Destinado para os pescadores da Zona da Mata Sul do estado, a principal meta é formar associações e eliminar os atravessadores que distribuem o pescado e ficam com boa parte do lucro.

Alunas do Mulheres Mil, Marta e Cardineuza representam as demais marisqueiras e estão contribuindo com os debates sobre formação e fortalecimento de associações e cooperativas. “Queremos montar uma associação em Bayeux, onde qualquer marisqueira poderá ser membro”, explicou Marta para as demais alunas do programa.

Segundo informações de representantes do MPA, o primeiro passo é a solicitação da carteira de pescadora junto ao ministério. “É importante que todas façam o documento. Depois, pretendemos vender diretamente para os clientes. Assim, teremos um lucro melhor”, pontuou Marta para as demais participantes do projeto..

Além de debater a regularização profissional, foi promovida a oficina Gestão Social da Política de Desenvolvimento Territorial da Pesca e Aqüicultura, quando foram repassados os procedimentos para inscrever projetos em editais de órgãos públicos. “Aprendemos a formar um colegiado e como participar desses editais. Isso é bom porque é mais uma coisa que a gente fica sabendo para ajudar na nossa profissão”, afirmou Cardineuza.

Daniel Chaves – Assessoria de imprensa do IFPB

Veja mais

O valor das marisquerias

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal