Portal do Governo Brasileiro

Alunas com dificuldades têm atendimento diferenciado

Das 49 marisqueiras e artesãs, alunas do Mulheres Mil, 12 estão recebendo reforço na escrita e na oralidade. O atendimento direcionado tem como meta contribuir para que as alunas superem as dificuldades e se sintam aptas para encarar o mercado de trabalho em igualdade de condições com as demais.

“Temos colocado em prática o contexto da leitura e da discussão sobre o cotidiano”, explica a professora de arte-educação Lúcia Ribeiro, relatando que os objetos artesanais confeccionados pelas próprias alunas, tais como bonecas e enfeites, têm sido usados como material didático e contribui para o resgate da estima. “Isso tem nos motivado para uma leitura do mundo ao nosso redor”, destaca a aluna sexagenária Maria Creusa.

Segundo Lucia Ribeiro, no reforço pedagógico, também é trabalhado o estímulo ao trabalho produtivo junto à comunidade. “À medida que as alunas vão assimilando os conteúdos, interagindo com o mundo do trabalho e da academia, vão aprendendo a lidar com as resistências domésticas e os preconceitos da sociedade”, finalizou Lúcia Ribeiro.

Filipe Donner - Assessoria de imprensa do IFPB

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal