Portal do Governo Brasileiro

A equipe de docentes do Casa da Tilápia, representantes da Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do Rio Grande do Norte (Funcern) e das secretarias de educação dos municípios de Ceará Mirim e Pureza estão discutindo as propostas dos cursos de capacitação para as mulheres e para os docentes que ministrarão as aulas.

Na reunião, que aconteceu no último dia 18, ficou definido que a capacitação dos professores será em outubro. No treinamento, também será ministrada a Avaliação e reconhecimento da aprendizagem prévia (Arap). Essa é uma das metodologias usadas pelos colleges canadenses para identificar as aprendizagens dos alunos. O curso será direcionado aos coordenadores do Educação de Jovens e Adultos (Eja) dos municípios e aos demais professores que atuarão no projeto.

O plano de educação do Eja Fundamental será discutido no dia 24. De acordo com Ivanna Fornari, gestora do projeto no Estado, o plano deverá ter um formato para atender às necessidades do público-alvo. “Estamos trabalhando com adultas e com níveis de escolaridade diversos, por isso precisamos ministrar conteúdos adequados a essas mulheres”, pontuou. Os cursos profissionalizantes também devem começar em outubro.

Romana Alves - Assessoria de imprensa do Cefet - Rio Grande do Norte

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal