Portal do Governo Brasileiro

Alunas veem uma forma de geração de emprego e renda na culinária

“Pensava que nunca conseguiria fazer uma coxinha, nem acreditei quando dei conta. Já tenho até encomendas”. Assim a aluna Rosilene Soares dos Santos resume sua participação no curso de salgadeiro. 

O professor Roberto Batista da Costa relata que as alunas aprenderam noções de higienização, fabricação, armazenamento e comercialização de salgados. “A experiência foi ótima. Muitas já estão colocando o conhecimento em prática”, relata Costa.

A coordenadora do Mulheres Mil de Tocantins, Ana Carolina Falcão Braga, explica que a fase de qualificação é primordial. “Para cumprirmos o objetivo de inserir as mulheres no mercado de trabalho, é preciso escolarização e qualificação.”, ressaltou Ana Carolina.

Fruto de uma parceria entre o Instituto Federal de Educação de Tocantins (IFTO) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), as alunas também farão cursos de preparação de pizzas, doces e geléias e corte e costura. Em setembro, está previsto um evento para apresentar os resultados dos cursos à comunidade e entregar os certificados.

Maiara Sobral – Assessoria de imprensa do IFTO

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal