Portal do Governo Brasileiro

Em Fortaleza, o projeto beneficiará mulheres da comunidade do Pirambu, maior favela da capital cearense. A meta é criar condições de melhoria de vida para as alunas, por meio da oferta de cursos profissionalizantes na área de Turismo, Manipulação de Alimentos e Governança. O período previsto para formação de cada turma é de um ano.

No decorrer do curso, serão ministradas aulas teóricas e práticas e aquelas que tiverem baixo índice de escolarização serão encaminhadas para completar os estudos. O programa prevê também a inserção no mundo do trabalho. Para isso, elas serão estimuladas e orientadas a criarem cooperativas ou empreendimentos solidários. A expectativa é que a formação também contribua para quebrar o estigma de violência e marginalidade que exclui a população que reside no local. Pesquisa realizada pelo Cefet aponta que os moradores têm dificuldades de conseguir emprego devido ao preconceito.

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal